Header Ads

Réu é inocentado de homicídio em Juazeiro após três anos no “Tourão”


O jovem Ronilson Galdino Gomes, de 24 anos, o "Ronim", sentou no banco dos réus para que fosse julgada ação penal de competência do júri por homicídio qualificado pelo Conselho de Sentença de Juazeiro do Norte. Foi nesta quinta-feira e coube ao juiz Gustavo Henrique Cardoso Cavalcante, titular da 1ª Vara Criminal, apresentar a sentença que absolveu o acusado. A defesa promovida pelos advogados Rafael Uchoa e Helder Ribeiro sustentou a tese de negativa de autoria a qual foi acatada.

De acordo com a pronúncia, no dia 18 de setembro de 2014, ele teria matado a tiros Francisco Ronerlânio de Sousa Moreno, de 23 anos, o Nego Roni, que residia na Rua Manoel Tavares Lopes (Frei Damião). Na oportunidade, o aposentado Sebastião Fernandes da Silva, de 66, e Cícera Tavares da Silva, de 52 anos, saíram lesionados por balas perdidas. No seu depoimento, Ronim voltou a refutar a acusação de envolvimento nos crimes protestando inocência.

Nenhum comentário