Header Ads

Acusado de matar agiota em Juazeiro é condenado por homicídio qualificado



Mais um réu sentou no banco para ser julgado pelo Conselho de Sentença em mais uma sessão ordinária do Tribunal do Júri em Juazeiro do Norte. Ao final do julgamento que durou cerca de dez horas, Francisco Macedo Bernardino, de 57 anos, foi condenado por homicídio qualificado a uma pena de 16 anos de prisão. No dia 13 de junho de 2017 ele matou a tiros Francisco Pereira de Sousa, de 48 anos, o “Pereirinha” que morava na Rua Santana Soares (Jardim Gonzaga) em Juazeiro.

O crime aconteceu na Rua Augusto Dias de Oliveira ao lado da empresa GD7 no bairro Leandro Bezerra quando a vítima pilotava sua moto. Segundo populares, ele costumava emprestar dinheiro a juros e, após investigações, a polícia prendeu Macedo no dia 23 de agosto daquele ano. A sentença chama a atenção para o fato de ser réu confesso e primário, conduta social idônea, personalidade sem referências negativas, porém considera que houve premeditação.

Nenhum comentário