Header Ads

PF volta a investigar possível uso da máquina nas eleições de Juazeiro



No dia 20 de dezembro do ano passado a Polícia Federal deflagrou a segunda fase da Operação Voto Livre, iniciada em outubro, batizando o desdobramentos das investigações sobre compra de votos nas eleições em Juazeiro do Norte como Graham Bell.

Entenda o caso
Em suma, a Polícia Federal apura se membros da prefeitura de Juazeiro do Norte usaram a máquina pública durante a campanha para Deputado Federal do filho do prefeito, deputado Pedro Bezerra (PTB), eleito com 119.030 votos.

De acordo com a Controladoria-Geral da União (CGU), "as investigações, o desvio de recursos públicos se concretizava mediante pagamentos a empresas contratadas pela Prefeitura de Juazeiro do Norte. Também é matéria de apuração o possível uso de pessoas interpostas em quadro societário de diversas empresas que possuem contratos com a prefeitura ou de empresas que possuem contratos outras empresas subcontratadas, numa triangulação nas relações comerciais".

Questionada à época, a defesa alegou que o deputado "teve as contas aprovadas sem nenhuma ressalva, sem nenhum questionamento". Disse ainda que "o que acontece é um desdobramento de uma investigação sobre um deputado estadual não eleito". 

Nenhum comentário