Header Ads

MPCE abre investigação contra vereadora por indicações em concurso público

Em áudio divulgado nas redes sociais, Priscila Menezes fala sobre acordo de repartição de vagas em um concurso da Secretaria de Saúde para indicados do prefeito e dos vereadores



O Ministério Público de Caucaia, na Grande Fortaleza, recebeu na manhã de hoje (12) reclamação formulada por uma cidadã do município contra a vereadora Priscila Menezes (PATRIOTA), onde informa da existência de um áudio - já disseminado nas redes sociais - em que a vereadora assume a existência de um conluio para a repartição de vagas em um concurso da Secretaria de Saúde para simpatizantes do prefeito e dos vereadores.
"Quando saiu essa seleção, eu fiz uma lista das pessoas que me procuraram [...], pessoas que me pediram ajuda [...] e entreguei no gabinete [do prefeito]. Se eu não me engano a seleção tem cem e alguma coisa de vagas, são muito poucas. E assim como eu, todos os vereadores fizeram as suas listas. Eu não tenho como garantir que todo mundo que está na minha lista vai entrar e o que vai acontecer? eles vão pegar as pessoas que tiraram as melhores notas da lista de cada vereador, vão respeitar e vão colocar. Mas eu não posso de dar a certeza de que ela vai entrar. A única certeza que eu posso te dar é a de que ela está na minha lista", diz a vereadora em conversa com uma pessoa interessada na aprovação no concurso.


A reclamação foi distribuída para a 7ª Promotoria de Justiça da Comarca de Caucaia e vai ser investigada pelo  promotor de Justiça Antônio Monteiro Maia Júnior. A equipe de reportagem tentou entrar em contato com a vereadora, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.





Nenhum comentário