Header Ads

Ceará terá, em duas semanas, maior taxa do Brasil dos leitos de UTI ocupados, afirma Abin

Ceará terá, em duas semanas, maior taxa do Brasil dos leitos de UTI ocupados, afirma Abin

Segundo projeção realizada pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), em apenas duas semanas, os casos graves de infecção por coronavírus no Ceará demandarão 46,3% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da região. O estudo, divulgado pelo site The Intercept Brasil, tem como base a curva da epidemia no Brasil, caso seja semelhante à de Irã, Itália e China.

A Abin avalia que dos 18.510 leitos do Estado, 1.799 (9,72%) estarão ocupados por doentes com casos graves de covid-19. Segundo a projeção, das 1.944 UTIs presentes no Ceará, em duas semanas, 900 (46,3%) estarão sendo utilizadas. No entanto, a projeção ainda não contabilizou as 600 UTIs adquiridas pelo governador Camilo Santana no dia 18 de março.

Nenhum comentário