Header Ads

Pacientes podem esperar até 10 dias por teste em clínicas privadas



A procura pelo exame que detecta a contaminação pelo coronavírus Sars-CoV-2 acompanha o crescimento acentuado de casos de Covid-19 no Ceará. A alta demanda pelo teste em Fortaleza, por exemplo, tem feito clínicas e laboratórios particulares organizarem lista de espera, que pode chegar a dez dias e com risco de cancelamento. Por outro lado, quem já conseguiu fazê-lo precisa lidar com a ansiedade para o resultado, uma vez que os prazos de entrega nem sempre estão sendo cumpridos.

O Diário do Nordeste entrou em contato com três estabelecimentos de Saúde que coletam amostras de pacientes para a produção do diagnóstico. O pedido de informação sobre a disponibilidade do exame foi feito por telefone. Nem todas as respostas solicitadas, no entanto, foram repassadas. A justificativa, disse uma atendente, está na “procura intensa” pelo teste.

Na primeira tentativa de “marcação” do exame, o telefonista explicou que os testes acontecem somente em domicílio. Pacientes idosos não pagam, enquanto profissionais da saúde, apenas a taxa da coleta no valor de R$ 60. Nem todos os convênios cobrem o exame. Nesse caso, o exame custa R$ 330.

O agendamento não é imediato. “Tem fila de espera, e o paciente precisa ter a notificação do SUS e a solicitação médica. E eu só tenho vaga para depois do 16 de abril, porque a demanda está muito grande”, informou, complementando que o resultado é liberado de 7 a 8 dias úteis.

Nenhum comentário