Header Ads

PASTORA: Deputada Flordelis mandou matar o marido

 A deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ) teria arquitetado o assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, por estar incomodada com a forma com a qual ele cuidava do dinheiro da família. Flordelis é apontada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) como mandante do assassinato de Anderson do Carmo, que ocorreu em 16 de junho de 2019. Segundo os investigadores, ela tentou assassinar o pastor pelo menos seis vezes por envenenamento, além de contratar pistoleiros em outras duas oportunidades.

Durante o inquérito, a polícia e o MP-RJ se depararam com uma troca de mensagens em que Flordelis sugere que o assassinato do marido seria a única saída. “Quando ela convence e fala com um outro filho que está aqui denunciado, o André, sobre esse plano de matar Anderson, ela fala da seguinte maneira: ‘Fazer o quê? Separar dele não posso, porque senão ia escandalizar o nome de Deus’, e então resolve matar. Ou seja, nessa lógica torta, o assassinato escandalizaria menos”, contou o promotor Sergio Lopes Pereira, em entrevista concedida na manhã da última segunda-feira (24.08)

Nenhum comentário