Header Ads

IVETE: “Brasil é um país racista e homofóbico”, diz cantora ao receber prêmio

 


No último Domingão do Faustão do ano, a cantora Ivete Sangalo foi premiada com o troféu Mário Lago, como reconhecimento aos 25 anos de carreira, a contribuição artística e a conexão com o público brasileiro. Durante o discurso, Ivete não segurou a emoção e aproveitou o momento para relembrar discursar sobre pandemia, racismo, homofobia e igualdade de direitos. 

Tão difícil isso tudo que estamos passando na pandemia. Essa expectativa, essa ansiedade de que tudo se resolva logo (...). Embora seja um momento muito difícil, acho que alguma coisa aprendemos nessa pandemia e acho que a maior dela é perceber o outro. Não há como passar por isso e chegar num resultado positivo se a gente não olhar para o prisma do outro, a vida do outro e se colocar no lugar do outro", disse Ivete.

A cantora também lembrou da violência sofrida pelas minorias. "O nosso país é o que mais mata homossexuais no mundo. O Brasil é um país racista, homofóbico, de feminicídio e de ataques às minorias, que não são minorias", afirmou.


Nenhum comentário