Header Ads

Fim de semana no Cariri com três homicídios e duas mortes em acidentes

 Fim de semana no Cariri com três homicídios e duas mortes em acidentes

Caiu de seis para cinco o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste foram três homicídios, uma morte em consequência de acidente de trânsito e mais a queda de um poste da rede elétrica com corpos de Crato, Juazeiro, Campos Sales, Missão Velha e Várzea Alegre. Segundo levantamento feito pela editoria policial do Site Miséria uma morte aconteceu na sexta-feira e outras quatro neste domingo.

Por volta das 18 horas de sexta-feira morreu no Hospital Regional do Cariri o servente de pedreiro José Anilson da Silva, de 60 anos, que residia na Rua Zefa do Cajueiro do Conjunto Novo Horizonte (Bairro Vila Lobo) em Crato. Ele tinha sido lesionado a tiros perto de sua casa na noite do dia 7 de fevereiro. O mesmo respondia procedimentos por contravenção penal, ameaças, injúria e já tinha sido vítima de tentativa de homicídio em Crato.

Às duas horas da madrugada deste domingo Gessyladio Fernandes Duarte, de 24 anos, o “Magrão” que residia na Rua Senhor do Bonfim (João Cabral) em Juazeiro, foi morto a tiros na Rua Antonio Bernardino da Silva (Frei Damião). Ele era usuário de drogas e acusado de furtos, roubos, tráfico, tinha tentado matar o traficante “Alisson Pantera” quando viajou à Fortaleza e retornou recentemente. O principal suspeito seria Joel Soares da Silva, de 19 anos, residente no bairro João Cabral.

Já às 10h30min, na CE-371 ou Avenida 7 de Setembro perto da ponte sobre o Riacho Caldeirão no centro de Campos Sales, o crediarista Antonio de Alencar e Silva, de 58 anos, o “Antonio de Tô”, que residia na Travessa Pereira Filgueiras (Bairro Batalhão) naquele município, morreu ao bater na mureta de proteção da pista e cair de sua moto Yamaha YBR125 Factor de cor azul. Ele não usava capacete, perdeu o controle do veículo e caiu numa ribanceira às margens da rodovia.

Por volta das 20 horas o eletricista da Enel Distribuidora de Energia, Izac Nunes, de 35 anos, morreu no Hospital São Raimundo Várzea Alegre. Ele residia no bairro Novo Iguatu, no município do mesmo nome, e foi socorrido após cair de um poste da rede elétrica enquanto trabalhava. A polícia de Várzea Alegre não obteve informações quanto ao local onde ocorreu o acidente de trabalho e o corpo de Izac foi recolhido pelo rabecão e necropsiado esta manhã na Pefoce de Iguatu.

Uma hora depois, ainda no domingo, José Robson de Oliveira Silva, de 19 anos, morreu no Hospital Geral de Missão Velha meia hora após ser espancado a pauladas perto de sua casa no Sítio Geral na zona rural daquele município. Ele foi socorrido pelo SAMU e ainda houve tentativa de reanimação no hospital, porém sem êxito. Segundo informações de testemunhas passadas para a polícia, o principal suspeito do crime é uma pessoa identificada apenas por “Eduardo” que reside em Crato.

Nenhum comentário