Header Ads

Ex-policial é achado morto no Ceará horas após divulgar vídeo citando ameaça

 Ex-policial é achado morto no Ceará horas após divulgar vídeo citando ameaça

Um ex-policial rodoviário federal de 34 anos foi achado morto, com disparos de arma de fogo, em uma rua no Bairro Cambeba, em Fortaleza, horas após divulgar em rede social um vídeo afirmando que sofria ameaças e se despedia. O crime aconteceu na terça-feira (29).

Kaio Albert Soares Furtado, que já foi candidato a vereador na capital cearense, é velado nesta quinta-feira (1º), no Bairro Aldeota, e será sepultado em um cemitério no Passaré. Segundo a mãe, o homem saiu de casa há cerca de um mês e atualmente estava morando sozinho em uma pousada na Praia de Iracema.

Conforme a Polícia Civil, a 7ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa investiga as circunstâncias da morte do ex-agente, encontrado sem vida na via pública e com marcas de disparos de arma de fogo.

A Polícia Militar e Perícia Forense do Estado estiveram no local e fizeram os primeiros levantamentos sobre o caso. Segundo testemunhas, a vítima foi jogada para fora de um carro e em seguida morto no local. Os suspeitos estavam em dois veículos e fugiram em seguida.

Mensagem em vídeo

Horas antes de ser encontrado sem vida, Kaio compartilhou um vídeo em sua rede social se despedindo. Nas imagens, ele fala que “talvez morra”, pois tinham pessoas “chamando ele para descer do apartamento para matá-lo” e que ele não sabia se “iria passar de hoje”. No vídeo ele também pede que cuidem do cachorro e do gato.

Dias antes, o homem já havia divulgado outros vídeos e prints informando que estava recebendo ameaças devido uma acusação de estupro de uma ex-namorada.

Na última publicação, ele chegou a citar a pessoa que fez a denúncia.

Denúncia de estupro

Kaio é investigado por estupro contra uma ex-namorada. A tatuadora, que terá a identidade preservada, registrou um Boletim de Ocorrência contra ele na Delegacia de Defesa da Mulher, na madrugada de segunda-feira (26).

A mulher divulgou uma série de vídeos em sua rede social sobre o ocorrido. Nas imagens, ela afirma que o ex-PRF fez sexo com ela sem consentimento, enquanto ela dormia com ele em uma pousada.

“Eu estava junto com ele no mesmo quarto, na mesma pousada. Nós temos pouco tempo juntos e ele transou comigo enquanto eu dormia. A gente já tinha transado na noite e ele acordou e se achou no direito de transar comigo e eu acordei nessa situação”, diz a mulher nos vídeos.

Desligado da PRF por abandono de emprego

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirma que Kaio Albert foi servidor concursado dos quadros da corporação de 2010 a 2019.

Em julho de 2019, segundo a PRF, a demissão dele foi publicada no Diário Oficial da União por abandono de cargo.

“Kaio Albert Soares Furtado foi servidor concursado dos quadros da Polícia Rodoviária Federal, admitido em 19/04/2010, tendo sido demitido em 04/07/2019, conforme Portaria nº 624, de 02 de julho de 2019 do ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública, publicada no Diário Oficial da União, por infração ao disposto nos arts 138 e 139, da Lei 8.112/90 (por abandono de cargo e inassiduidade habitual)”, diz a nota.

Fonte: G1 CE

Nenhum comentário