Header Ads

Mulher assassinada no Cariri com tiros na cabeça esta manhã em Farias Brito



 Um homicídio à bala foi registrado essa manhã na região do Cariri. Por volta das 10h30min desta terça-feira Salete Alves Bezerra da Silva, de 45 anos, que residia na Rua do Cruzeiro (Bairro Alecrim) em Farias Brito, foi morta a tiros na cabeça. O crime aconteceu naquela rua, porém na área central da cidade e foi praticado por dois homens que fugiram numa moto Honda Bros de cor preta. 

Segundo consta no Site do Tribunal de Justiça, em maio de 2017 ela teve sua casa invadida por Genieldo Pereira Silva. Já em novembro de 2018 foi presa em Farias Brito com certa quantidade de drogas, mas, na delegacia, disse ser apenas usuária de substâncias entorpecentes. Inclusive, um filho dela apelidado por “Bruninho”, responde procedimentos criminais e usa tornozeleira eletrônica. Policiais militares de Farias Brito e cidades vizinhas seguem diligenciando à procura dos assassinos. 

Este foi o quarto homicídio deste ano em Farias Brito ou 33% a mais que os três assassinatos registrados no decorrer do ano passado no município. Por outro lado, se constituiu na sétima mulher assassinada este ano na região do Cariri, onde a última tinha sido morta a golpes de machado no dia 27 de maio no caso Cícera Mônica Cavalcante da Silva, de 19 anos, cujo crime foi praticado pelo seu companheiro em Nova Olinda, que praticou o suicídio e tinha matado ainda o seu próprio pai. 

Já a última mulher assassinada em Farias Brito tinha sido Cleidiana Rosendo de Sousa, de 31 anos, no dia 16 de agosto de 2017. Ela residia na mesma Rua do Cruzeiro e foi morta dentro de casa com um tiro no ouvido efetuado pelo ex-companheiro e comerciante Germano Oliveira Silva, de 47 anos, residente na Travessa Senhora Conceição, que fugiu, mas terminou preso três dias depois Ele já respondia por tentativas de homicídios, porte de arma de fogo e era suspeito de ligação com o tráfico.

Nenhum comentário