Header Ads

Mário Frias tem família barrada em hotel e bate boca com Eduardo Paes




 O secretário de Cultura do governo Jair Bolsonaro, Mário Frias, relatou, pelas redes sociais, que sua esposa e sua filha, de 10 anos, foram expulsas de um hotel, no Rio de Janeiro, por não apresentarem o comprovante de vacinação. Frias disse estar em uma viagem a trabalho quando ficou sabendo do ocorrido.

No início de dezembro, a prefeitura do Rio de Janeiro ampliou as exigências de comprovante de vacinação em ambientes como bares e restaurantes, hotéis, academias, salões de beleza, cinemas, museus e estádios.

Na postagem, Mário Frias classifica o decreto como “criminoso”. Com palavrões, ele xinga o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), e o classifica como um “tirano de bordel”.

“Um merda inútil ter a coragem de impedir minha família de ter um teto para dormir às 21h da noite é criminoso. O mais revoltante é que, enquanto eles tratam o povo como escravo, estão por aí farreando e bebendo, como canalhas hipócritas que são!”, escreveu Frias, que disse que irá processar ‘todos os responsáveis’ pelo ato.

Nenhum comentário