Header Ads

Cinco homicídios no Cariri e duas mortes no trânsito neste fim de semana


 Subiu de cinco para sete o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana no Cariri. Neste, foram cinco homicídios e duas mortes em consequência de acidentes de trânsito com quatro corpos de Juazeiro e os demais de Crato, Brejo Santo e Lavras da Mangabeira. Uma morte aconteceu ainda na noite de sexta-feira, três no sábado, duas no domingo e outra nesta segunda-feira.

Por volta das 22h30min de sexta-feira o ex-presidiário João Pedro Feitosa Massilon, que, sexta-feira, completaria 26 anos, foi morto a tiros dentro de sua casa na Rua Frei Ibiapina perto do cruzamento com a Avenida José Bezerra (Pio XII) após ter o imóvel invadido. Sua esposa disse à polícia que desconhecia os acusados que mataram João Pedro o qual respondia procedimento por assalto a mão armada.

Às 11 horas de sábado o mecânico de motos Josilânio da Silva Gonçalves, de 30 anos, o “Lanim”, foi morto a tiros na cabeça por dois homens que ali chegaram numa moto. O crime aconteceu dentro de sua casa na Rua Luiz de Freitas (Triângulo) na presença da mãe da vítima. Em maio de 2018 ele tinha baleado e foi baleado, depois, por Rafael Silva Pereira, de 24 anos, o “Rafael Galeguim” assassinado este mês no bairro Santa Tereza. À noite foi preso Ronilson Galdino Gomes, de 36 anos, o “Ronim”, como acusado.

Já às 21h30min José Natanael de Lima, que faria 24 anos quarta-feira, foi morto a tiros dentro de sua casa na Rua Raimundo Norões Milfont no bairro Vila Alta em Crato. O crime foi praticado por dois homens numa moto de cor preta e a vítima era suspeita de envolvimento em crimes de pistolagem. Inclusive teria sido o piloto da moto usada no assassinato de um policial em São José do Belmonte (PE). Semana passada foi preso fazendo fotos da agência do Banco do Brasil de Cedro e, no seu celular, um áudio faz relação com plano para matar um casal em Crato.

Cerca de meia hora depois, ainda no sábado, o servente de pedreiro João Bosco Oliveira de Almeida, de 21 anos, foi morto com vários tiros no rosto. Ele residia na Rua Antônio Saraiva Landim (Frei Damião), mas o crime aconteceu na Rua Antônio Bernardino Silva naquele bairro e foi praticado por dois homens que fugiram numa moto O mesmo tinha passagens pela polícia.

Por volta das 13 horas deste domingo, na BR-116 no Sítio Boqueirão em Brejo Santo, o Bacharel em Direito Cícero Januário Ferreira, de 57 anos, que residia naquele município, morreu em consequência de acidente de trânsito. Ele dirigia o seu veículo Fiat Uno Way de cor prata quando tentou ultrapassagem. Ao ver um caminhão em sentido contrário, ainda tentou ir para o acostamento, mas foi abalroado e arremessado para a ribanceira tendo morte no local.

Oito horas depois, ainda no domingo, o empresário Hector Luiz Costa Fonseca, de 29 anos, que residia no Sítio Patos em Lavras da Mangabeira, também morreu num acidente. Este pilotava sua moto Honda CG 150 Fan de cor preta pela estrada que liga o Distrito de Arrojado ao centro da cidade quando, perto da chamada “Baixada da Serra”, perdeu o equilíbrio e caiu às margens da rodovia. Ele ainda foi socorrido por populares ao hospital local, mas já chegou sem vida.

Aos 30 minutos da madrugada desta segunda-feira o jovem Joel Soares da Silva, de 20 anos, foi morto a tiros quando trafegava em sua moto pela Rua Manoel da Confiança perto do CAIC (Frei Damião) no momento em que seguia para sua residência. Moradores próximos disseram aos policiais militares terem ouvido apenas estampidos de arma de fogo e, ao saírem à rua, se depararam com o rapaz agonizando ao lado de sua moto Honda Bros. Joel respondia por porte ilegal de arma desde setembro.

Compartilhar
 
 

Nenhum comentário