Header Ads

Grevistas realizam ato após declarações do vice-prefeito de Juazeiro; líder sindical tece críticas


 Nesta quinta-feira (6), o vice-prefeito de Juazeiro do Norte, Giovanni Sampaio (PSD), se viu envolto em polêmica após publicar vídeo com críticas à greve dos servidores municipais da Saúde. O político chamou a paralisação de “irresponsável”.Após a repercussão de suas declarações, os grevistas marcaram ato de protesto para a manhã desta sexta-feira (7), na sede da prefeitura municipal. E assim aconteceu.

Na última segunda-feira (3), primeiro dia de paralisação, representantes da gestão municipal de Juazeiro do Norte realizaram reunião com representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juazeiro do Norte (SISEMJUN), após convite da administração. No gabinete do prefeito, além da secretária de Saúde Francimones Albuquerque, estiveram o procurador geral do município, Walberton Carneiro, e o secretário de Administração, Hélio Alves.

Na noite da última quarta-feira (5), o prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra (Podemos), publicou em suas redes sociais um vídeo onde pede que os servidores grevistas da Saúde retornem aos seus postos de trabalho e conta como tem tentado resolver a situação.

Nossa equipe de reportagem esteve no ato contra Giovanni Sampaio na manhã desta sexta-feira (7). Conversamos com o presidente do SISEMJUN, Marcelo Alves, que teceu críticas ferrenhas ao vice-prefeito. O líder afirmou que o prefeito Glêdson Bezerra é uma pessoa “mais polida” e ‘‘mais inteligente”. Entretanto, se referiu ao governo do mesmo como “autoritário que descumpre as leis”.

Marcelo afirmou que as críticas de Giovanni à greve são um “olhar político” e que a fala do vice-prefeito ”não tem a menor relevância”. O líder sindical afirmou à nossa reportagem que Sampaio “não traz nenhum tipo de contribuição efetiva para a sociedade juazeirense nos últimos 20 anos”.

Marcelo aproveitou para criticar a presença de Giovanni Sampaio em gestões de diversas orientações políticas. “Nós não ficamos pulando de galho em galho, de administração em administração, para se manter no poder”, afirmou.

O que pedem os grevistas?

Ao Site Miséria, no último dia 23 de dezembro, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juazeiro do Norte (SISEMJUN) afirmou que as reivindicações são a implantação do adicional de insalubridade para os servidores da Saúde, a criação da Gratificação de Desempenho e a implementação da jornada de trabalho de 30 horas para enfermeiros e psicólogos.

Nenhum comentário