Header Ads

Morre em Assaré cachorra queimada com água quente a qual deixou os filhotes que amamentava


 Mais um crime ambiental na região do Cariri causa repercussão em Assaré e revolta moradores. Uma cadela que amamentava filhotes sofreu atentado com água quente e ficou bastante queimada aparentando enorme sofrimento. O animal não resistiu à gravidade dos ferimentos causados pela maldade humana e morreu deixando-os órfãos. O caso está entregue nas mãos de investigadores da Delegacia de Polícia Civil de Assaré que investiga o fato na tentativa de identificar e prender o criminoso.

Ele agiu com todo o instinto de perversidade jogando um balde de água quente contra a cachorra no bairro Populares daquele município. Os filhotes não foram atingidos e a autoria do crime ainda é desconhecida. A dona do animal identificada por “Neta” disse ao radialista Jocélio Leite que sua cadela ficava a maioria do tempo solta, mas sempre voltava para casa.

A mesma acrescentou que, no dia em que tudo aconteceu, o animal chegou correndo e agonizando na sua casa como se estivesse pedindo socorro diante das tantas dores que demonstrava. Ela ainda levou ao veterinário que reconheceu a gravidade da situação. Dona Neta está inconformada com o que fizeram com sua cadela e pede justiça para que isso não volte a se repetir com outros animais domésticos em sua cidade.

Compartilhar
 
 

Nenhum comentário