Header Ads

Polícia Civil prende suspeito de cometer golpes financeiros contra aposentados em Quixelô


 A Polícia Civil do Ceará, através da Delegacia Regional de Iguatu, desencadeou a operação ‘Golpe de Mestre’ e cumpriu, na manhã desta quinta-feira (20), um mandado de prisão preventiva em desfavor de Cosmo Aires de Oliveira, de 33 anos, suspeito de praticar diversos golpes financeiros contra aposentados em Quixelô, região Centro-Sul do Ceará.

Segundo o delegado regional de Polícia Civil de Iguatu, Marcos Sandro Nazaré de Lira, nos últimos meses, várias pessoas idosas registraram boletins de ocorrência (B.O.), em Iguatu, narrando que Cosmo Aires mantinha uma loja de móveis na cidade de Quixelô e, no local, também prestava serviços de correspondente bancário, realizando diversos empréstimos para aposentados.

As vítimas revelaram que o suspeito recebia os cartões e a senha da aposentadoria e ficava encarregado de sacar o dinheiro do benefício e depois repassar as quantias em dinheiro para os aposentados. De acordo com o delegado Marcos Sandro, Cosmo, se aproveitando dessa facilidade, agia de má-fé e tirava vantagem da situação de que os idosos eram pessoas de baixa renda, residentes na zona rural e com pouca escolaridade e contratava empréstimos consignados de maneira indevida e sem autorização das vítimas.

Algumas vítimas relataram que foram contratados em seus nomes empréstimos indevidos que superam a quantia de 40 mil reais.

A Polícia Civil realizou um levantamento minucioso e constatou que o prejuízo financeiro chegou a ultrapassar a quantia de 300 mil reais contra os aposentados. Diante disso, a Segunda Vara Criminal da Comarca de Iguatu, após representação da Polícia Civil, decretou a prisão de Cosmo Aires.

Os agentes de segurança realizaram uma busca e apreensão na casa de Cosmo Aires, na cidade de Quixelô, onde foram apreendidos cartões, contratos bancários, dinheiro em espécie, entre outros documentos. O delegado Marcos Sandro acrescentou que as investigações seguem a fim de identificar mais vítimas do golpista.

Compartilhar
 
 

Nenhum comentário