Header Ads

Criança vítima de afogamento sobrevive após 18 ciclos de reanimação em Campos Sales




 Na tarde desta segunda-feira (21), a equipe do Hospital Municipal de Campos Sales recebeu uma criança de 1 ano e 4 meses, já sem vida, vítima de afogamento domiciliar. O paciente retornou após o 18º ciclo de reanimação e foi transferido para o Hospital São Camilo, em Crato, onde está internado em caso grave.

O ocorrido aconteceu na zona rural do município. De acordo com o médico plantonista Júnior Lobo, a família afirmou que a criança havia caído em um tanque de água, e em seguida foi levada à unidade hospitalar, o que levou cerca de 30 minutos, chegando às 15h.

Ainda de acordo com o médico, a criança já estava sem vida e com a coloração da pele arroxeada. O primeiro procedimento realizado foi a ventilação (respiração) boca-a-boca de resgate, em seguida, os ciclos de ressuscitação cardiopulmonar, que foram 9, até o paciente retornar à vida, com pulso firme, mas ainda sem consciência. Por fim, a criança passou pela intubação orotraqueal.

O médico Júnior Lobo afirmou à reportagem do Site Miséria que nunca havia visto um paciente voltar à vida depois de 35 minutos. O procedimento, segundo o plantonista, durou entre 36 e 38 minutos, sem contar o trajeto percorrido.

A equipe do hospital acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) através da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), que fizeram a transferência da criança às 18h, após a liberação da vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do Hospital São Camilo, em Crato.

A criança ainda está em estado grave, mas apresenta melhora parcial. Segundo o médico Júnior Lobo, após sair da internação, o paciente pode ter sequelas.

Nenhum comentário