Header Ads

Mais dois militares são expulsos após participação no motim da PM em 2020 no Ceará, decide CGD


 Mais dois agentes foram removidos da Polícia Militar do Ceará (PMCE), por envolvimento no motim de 2020. A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) decidiu pelas expulsões do CB PM Alexandre de Castro Lima e do SD PM Allyson Moreira Cajazeiras. A decisão foi publicada, nesta quarta-feira (2), no Diário Oficial do Estado (DOE).

Com isto, são dez policiais excluídos da corporação até o momento e oito punidos com sanções disciplinares de permanência por participação no movimento paredista.

Conforme a publicação, os policiais, “nos moldes do Art. 24, caput, em face da prática de atos desonrosos e ofensivos ao decoro profissional, (a saber, ter aderido de forma espontânea à paralisação das atividades, decorrente do movimento grevista ocorrido no período de 18/02/2020 à 01/03/2020, quando, no dia 24 de fevereiro de 2020, se juntaram aos demais militares amotinados no Quartel do 18ºBPM, com o fardamento próprio das forças policiais, o que demonstra afronta à hierarquia e disciplina militar), comprovado mediante Processo Regular, haja vista a violação aos valores militares, caracterizando, assim, a prática das transgressões disciplinares”.

Conforme a CGD, todos os processos administrativos seguem os preceitos da ampla defesa e do contraditório.

Fonte: g1 CE

Compartilhar
 
 

Nenhum comentário