Header Ads

No Ceará, Zona de Convergência do Atlântico Sul é a principal condutora de chuvas para 2ª quinzena de fevereiro



 A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) divulgou, nesta terça-feira (8), um vídeo da gerente de meteorologia da fundação, Meiry Sakamoto, explicando o prognóstico das chuvas para o estado do Ceará. Na ocasião, Meiry apontou a Zona de Convergência do Atlântico Sul como a principal responsável pelas chuvas, a partir da segunda quinzena de fevereiro.

“De fevereiro a maio, o principal sistema indutor de chuvas é a Zona de Convergência do Atlântico Sul, ela depende bastante das condições do oceano atlântico”, afirmou Meiry. Já a Zona de Convergência Intertropical “gosta das condições de águas um pouco mais aquecidas no Atlântico Tropical Sul, isso faz com que o posicionamento dela fique próximo ou sobre a região Nordeste. Mas isso não está acontecendo nos primeiros dias de fevereiro, por isso as chuvas não estão sendo tão abundantes“, conclui.

Prognóstico das chuvas

Em janeiro deste ano, a Funceme divulgou através do prognóstico das chuvas para o trimestre (fevereiro, março e abril), a previsão de 20% de probabilidade de o volume de chuva acumulado nesse período, ficar abaixo da normal climatológica, 40% de probabilidade de ficar em torno da normal e 40% de probabilidade de ficar acima da normal climatológica.

De acordo com a gerente da Funceme, o prognóstico climático lançado pela fundação não se trata das chuvas que ocorrem no dia a dia, em cada um dos meses do trimestre, e que as chuvas características do semiárido, são, de fato, irregulares.


Nenhum comentário