Header Ads

Prefeito de Caririaçu ainda não enviou reajuste de professores para a Câmara; greve é cogitada


 O prefeito de Caririaçu, Edmilson Leite (PDT), ainda não enviou para a Câmara Municipal o projeto de reajuste salarial para professores da rede municipal. No último dia 7, 11 vereadores assinaram ofício direcionado ao mandatário solicitando o envio da proposta.

A lentidão do prefeito tem irritado os professores da rede municipal. O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caririaçu (Sindsmcar), Orlando Soares, afirmou que a entidade realiza, na manhã desta segunda-feira (14), uma assembleia para deliberar a situação dos profissionais das duas áreas (Saúde e Educação).

De acordo com Orlando, os professores podem entrar oficialmente em greve a qualquer momento. O líder sindical, no entanto, afirma que “prefere que não seja necessário”.

A equipe de reportagem do Site Miséria entrou em contato com a Secretaria de Educação de Caririaçu, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

No último dia 1º, servidores da Saúde realizaram ato na Câmara Municipal para cobrar por reajuste salarial e apoio dos parlamentares.

Compartilhar
 
 

Nenhum comentário