Header Ads

Ex-senador Eunício Oliveira lamenta assassinato da caririense que cursava Medicina e era sua parente


 Assinando nota como presidente regional do MDB no Ceará, o ex-senador e presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira, divulgou comunicado lamentando o assassinato da acadêmica de Medicina, Mariana Oliveira, que era parente do mesmo. O crime aconteceu neste sábado no apartamento dela em João Pessoa (PB) quando foi morta por esganadura, segundo o laudo médico. O acusado do crime é o seu namorado e empresário do ramo cerâmico, Johannes Dudeck, de 31 anos, que está preso.

Na nota, Eunício Oliveira externou a sua tristeza e definiu a jovem universitária como uma “apaixonada pela medicina, que sonhava em exercer sua vocação de cuidar das pessoas através da profissão que escolheu”. O corpo de Mariana está sendo velado na Rua Raimundo Gomes de Holanda (Rosário) no município de Lavras da Mangabeira. Às 16h30min deste domingo será celebrada missa na Igreja Matriz seguida do sepultamento no cemitério daquela cidade caririense.


Nenhum comentário